Aprenda a otimizar o espaço na hora de mobiliar um quarto pequeno

Via SEGS.com.br

Decisões planejadas fazem toda a diferença

Na hora de mobiliar cada cômodo, o espaço disponível para organizar os móveis deve ser levado em conta. O quarto, seja adulto ou infantil, merece atenção especial, por ser um dos ambientes mais utilizados na casa. Para definir os móveis, que vão muito além da cama, é preciso pensar nas funcionalidades, para aproveitar o máximo do espaço.

Optar por móveis planejados pode ser a solução para dar utilidade a cada parte do cômodo. Encontrar móveis prontos e que encaixem perfeitamente no espaço nem sempre é possível, assim, encomendar a produção dos móveis facilita o trabalho. Para muitos, vale a pena, ainda que o preço suba.

Caso seja complicado definir a disposição dos móveis no quarto, peça ajuda a um profissional, como um arquiteto ou design de interiores, para pensar em como otimizar a disposição de cada objeto. O profissional também pode ajudar na criação de um conceito e de materiais ideais.

O item básico — a cama — deve ser pensado com cuidado. Existem bons modelos versáteis, como a cama box com baú. Esse tipo ajuda a poupar espaço, já que a cama e o colchão têm, exatamente, a mesma medida, não sendo necessário gastar espaço com uma estrutura externa. Além disso, o baú na parte de baixo pode ser utilizado para guardar roupas de cama e toalhas. Um baú escondido é uma ótima ideia para poupar espaço, e pode estar presente em outros locais do cômodo, como um banco ou puff, especialmente em quartos infantis, servindo para guardar os brinquedos da criança.

Outras escolhas ajudam a fazer bom uso do espaço, como um armário com portas espelhadas, não sendo necessário ocupar parte de uma das paredes com espelho. As paredes podem ser cobertas com nichos e estantes, retirando as coisas do chão.

Em cômodos ainda menores, uma opção é utilizar mezaninos planejados. Para o quarto da criança, a cama pode ser elevada, permitindo que um guarda-roupas ou uma mesa de estudos seja colocada na parte de baixo. Procure inspirações divertidas e criativas para dar vida ao ambiente, como colocando um escorregador que vai da cama até o chão, transformando a hora de acordar em uma brincadeira.

As cores também influenciam na percepção que temos do tamanho do ambiente, por isso, decida por tons claros, para dar a sensação de amplitude. Portas de correr e móveis com rodinhas são outros detalhes que fazem a diferença no aproveitamento do espaço. Outra dica é optar por móveis e estantes de quina, assim, literalmente, cada cantinho do cômodo terá utilidade.

Write a Reply or Comment

Your email address will not be published.